23ª edição do Cine PE começa com homenagem e exibições

Cine PE: 23ª edição do festival começa com homenagem e exibições

Nesta edição, o Cine PE traz 32 filmes escolhidos entre mais de 890 títulos inscritos. Eles serão exibidos no cinema São Luiz. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco foram os que mais inscreveram trabalhos.

”Entre esses 32, 14 foram feitos no Estado, o que significa 45% da grade com filmes locais”, revela a diretora do Cine PE.

A abertura do Festival foi, durante 22 anos, apresentado pela jornalista Graça Araujo. Ela foi vítima de uma AVC em setembro do ano passado. Dessa forma, Graça será substituída pela atriz Ninive Caldas, do coletivo Angu Teatro. A ex-apresentadora recebeu uma homenagem na forma de um Calunga de Ouro, que será entregue a um membro da família dela. Além dela, o festival também vai homenagear a atriz Drica Morais com um Calunga de Ouro.

De acordo com Sandra Bertini, realizadora do Cine PE, visibilizar o audiovisual brasileiro foi uma tarefa difícil nesses últimos 23 anos. Na abertura será exibido dois documentários: o curta-metragem Parto Sim, de Kátia Mesel. Além dele, será exibido o longa-metragem Frei Damião, o Santo do Nordeste. A direção do filme é deDeby Brennand. Ela ganhou o Calunga de Ouro de Melhor Filme há três anos, com Danado de Bom. Três longas de ficção, produzidos na Bahia, no Distrito Federal e no Rio, fazem suas estreias no Cine PE.

Pela segunda vez, o festival é gratuito. Dessa forma, a bilheteria do cinema será aberta uma hora antes da sessão. Assim, serão distribuídos os ingressos aos interessados.

Programação do 23° Cine PE

Hoje, 30/7 19:30

Mostra PE: Mulheres de fogo, de Vinícius Meireles (Doc) Pisciano, de Alexandre Pitanga (Fic), Curtas-metragens e Longas-Metragens Abraço, de DF Fiuza (Fic, BA)

 Quarta, 31/07 19:30

Quando a Chuva Vem?, de Jefferson Batista, Sobre Viver, de Sérgio Ferreira, É Dificil te Encontrar, de Sabrina Menedotti, Longas-metragens Vidas Descartáveis, de Alexandre Valenti e Alberto Graça.

Quinta 1/8 19:30

Coleção, de André Pinto e Henrique Spencer, Curtas-metragens Guará, de Fabricio Cordeiro, e Luciano Evangelista, Só Sei Que Foi Assim, de Giovanna Muzel, Um e Oitenta e Seis Avos, de Felipe Leibold

Sexta 2/8 19:30

Epigramas, de Wayner Tristão, Brilho, de Sávio Fernandes, Vivi Lobo e Quarto Mágico, de Isabelle Santos e Edu MZ Camargo, Margem do Universo, de Tiago Esmeraldo. Longas-metragens Espero tua (re)volta, de Eliza Capai.

Sábado 3/8 19:30

Pogrom, de Guilherme Folly e Fernanda Cavalcanti, Homenagem à atriz Drica Moraes-Trofeu Calunga de Ouro, O Corpo é Nosso!de Theresa Jessouroun, Teoria Do Ímpeto, de Marcelo R. Faria e Rafael Moura.

Domingo 4/9 19:30

Encerramento.

Post Author: Gabriele Slaffer

Nascida em Recife, residente até hoje. Estudante de Jornalismo e futura crítica de cinema. Gosta de filmes, de séries, de livros passar uns stress . Acho o filme ''Histórias Cruzadas'' um dos melhores do mundo. E com o sonho de ser crítica no New York Times

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *