Octavia Spencer é C.J. Walker, na minissérie da Netflix.

A VIDA E A HISTÓRIA DE MADAM C.J. WALKER

Octavia Spencer é C.J. Walker
              Octavia Spencer é C.J. Walker

Há praticamente um mês, estreou na Netflix, uma emocionante produção original com a carismática e talentosa atriz Octavia Spencer (vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por Histórias Cruzadas, 2013) na pele da Madam C.J.Walker, A VIDA E A HISTÓRIA DE MADAM C.J. WALKER, minissérie baseada em fatos reais, conta em quatro episódios, a vida da primeira mulher americana milionária por méritos próprios nos Estados Unidos. Octavia Spencer atriz premiada e carismática veste lindamente a personagem principal, esta perseguindo seu sonho de abrir sua própria fábrica de cosméticos, para cabelos crespos, transpassando por várias adversidades e percalços – principalmente e infelizmente devido o preconceito racial – para conseguir por em prática seu empreendimento. História emocionante, lindamente interpretada por atores incríveis como: Blair Underwood, Tiffany Haddish e Garret Morris. A trama se passa no início do final do Séc. XIX, início do Séc. XX, disponível na plataforma (Netflix). Fotografia e retratação da época muito bem construídas apesar de um elenco – como já falado – incrível. Trazendo uma mensagem de autoconfiança e persistência. No final, na minha humilde opinião: “persistir em seu sonho e acreditar em si mesmo é o melhor investimento”.

#SuperRecomendo

Post Author: Ray Monteiro

Olá, sou Raymundo Monteiro, escritor e humorista. Estou aqui iniciando minha tentativa de ser colunista, aproveitando essa oportunidade que o site Cinco Tons deu. Obrigado, Cinco Tons!

2 thoughts on “A VIDA E A HISTÓRIA DE MADAM C.J. WALKER

    Mário

    (14 de abril de 2020 - 22:29)

    Histórias de superação são sempre bem-vindas.

    Os negros trazem um estigma social difícil de carregar, desde o tempo da escravidão.E, ainda hoje, lutam por espaço e respeito.

    Adaptar histórias como essa é o mínimo que se pode ser feito para tentar reparar o mal causado pela “supremacia” branca.

    Obras como essa também servem para lembrar que mais importante do que a origem e a cor da pele é o quanto acreditamos em nós mesmos.

    Uma curiosidade: C. J. é a abreviação do mome do protagonista do jogo GTA San Andreas, que, a propósito, também é negro.

    Uma pergunta: O que a MADAM fez com o primeiro milhão dela? Canjica ou pamonha?

    […] A vida e a história de Madam C.J Walker. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *