“Börü – Esquadrão Lobo”: 3 motivos para o sucesso da série no Brasil

“Börü – Esquadrão Lobo”, uma série turca que ainda está em sua primeira temporada, chegou de mansinho no catálogo da Netflix. Dessa forma, pouquíssima gente tomou conhecimento de sua estreia. Entretanto, com pouco mais de um mês no catálogo, ela tem sido um dos maiores sucessos da empresa no Brasil. Por que será?

Neste artigo, vamos analisar os três principais motivos pelo qual “Börü – Esquadrão Lobo” é um sucesso no streaming brasileiro. Aqui no CINCO TONS nós já disponibilizamos uma crítica sobre a primeira temporada da produção, que você pode ver clicando aqui.

Além disso, também temos uma opinião completa sobre ela em nosso canal. Dá o play no vídeo abaixo, caso queira assistir. Se não, pode pular para que possamos mostrar para você os 3 motivos que fizeram “Börü – Esquadrão Lobo” ficar na cabeça do espectador brasileiro que gosta de uma boa série.

 

Motivo n° 1: Ação do começo ao fim

“Börü – Esquadrão Lobo” fala sobre um esquadrão de elite da polícia turca, que precisa enfrentar os vários perigos contra o terrorismo no país. Dessa forma, é impossível não ter boas doses de ação e adrenalina em seus episódios. Quem espera ver isso por aqui, vai ter aos pacotes: há capítulos que deixam os espectadores nervosos, na ponta da cadeira, tamanha a tensão que provocam. É, sem dúvida, ação do começo ao fim.

O grupo de elite turco precisa enfrentar diversos perigos em sua primeira temporada, o que os leva a enfrentar os terroristas que são comuns, infelizmente, naquela região. No entanto, “Börü – Esquadrão Lobo” não foca apenas na ação proporcionada por essas cenas. Ela também explora as fraquezas de cada um dos membros desse pelotão, fazendo com que eles sejam humanizados. Assim, aqui não há apenas tiro, porrada e bomba: há também um trabalho para trazer esses personagens para mais perto do público. Esse é, sem dúvida, um dos fatores do seu sucesso.

 

Motivo n° 2: Lembra as séries hollywoodianas

"Börü - Esquadrão Lobo" tem feito sucesso no Brasil. Por quê?O roteiro de “Börü – Esquadrão Lobo” é esquemático, guardando enormes semelhanças com qualquer série de ação produzida nos Estados Unidos. Apesar de não ser um Original Netflix, a produção turca faz o possível para se aproximar do nível de qualidade imposto pelos norte-americanos. Em geral, esse porém faz os críticos torcerem o nariz — mas encanta o público, que já está acostumado com essa receita.

Portanto, os produtores de “Börü – Esquadrão Lobo” devem ter percebido que, quanto mais americanizado, melhor. Conta a favor da série o fato dela falar sobre militarismo e nacionalismo, coisas que andam em alta no mundo atualmente. O julgamento se isso é bom ou ruim fica para cada um: aqui, estamos analisando apenas a questão prática da coisa. O que queremos dizer é: ao se aproximar do esquema de produção americano, esta série ganha pontos com o público por ser algo que não foge de um esquema que já conhecido por ele.

 

Motivo n° 3: Baseado em fatos reais

Pouca gente sabe disso, mas “Börü – Esquadrão Lobo” é baseado em uma história real. O esquadrão de elite da polícia do país existe mesmo, e boa parte da ação é baseada em situações que eles passaram em seu cotidiano. Isso, em si, já é impressionante. Quem já assistiu a série sabe bem do que se trata. No entanto, é óbvio que há romantizações. Além disso, também há grande licença poética nas ações e atitudes dos membros do esquadrão. Isso não chega a ser um problema, claro. Pelo contrário: traz a atenção do público e aumenta a ansiedade em torno das histórias contadas.

Evidentemente, por se tratar de casos (basicamente reais), “Börü – Esquadrão Lobo” ganha muitos pontos. O público gosta desse tipo de história. Não fala só sobre as missões, mas também sobre o cotidiano dessas pessoas. Isso é um grande chamariz. Há quem defenda que a série é nacionalista demais e defende valores até fascistas. Mais uma vez, esse pensamento cabe a cada um.

 

“Börü – Esquadrão Lobo” é boa mesmo?

No que diz respeito a série em si, ela não deixa de ter seus erros. Os efeitos visuais são terríveis, por exemplo. Há quem diga que a narração brasileira é bem abaixo da média que nós conhecemos. Nada disso, porém, atrapalha aqueles que desejam seguir uma história como a que “Börü – Esquadrão Lobo” apresenta. Os personagens são bem delineados, cada um com sua função específica na história. A ação é relativamente bem dirigida. A produção é muito boa. Não havia como dar errado.

O fato é que “Börü – Esquadrão Lobo” está fazendo cada vez mais sucesso. Só no nosso canal, a crítica passou das 3 mil visualizações (até o presente momento). Prova de que a série está sendo muito assistida. Isso nos levou a querer analisar os fatores do sucesso, apesar dela não ser uma produção cara ou de excelência. Chegamos a essas conclusões.

No entanto, a 2a temporada de “Börü – Esquadrão Lobo” ainda não foi confirmada. Por não ser um original Netflix, ainda não há qualquer indício de renovação pela produtora original.

Se você assistiu a série e quer colaborar com a discussão, deixe aqui nos comentários! Vamos falar sobre ela e entender por que ela tem encantado tantas pessoas ao redor do Brasil!

Post Author: Luiz Henrique Oliveira

Nascido em Capão Bonito, criado em Itapetininga, residente de São Paulo. Gosta de filmes, de séries, de livros e de dar uns rolês aleatórios. Acha "O Poderoso Chefão" o melhor filme do mundo quando não lembra que "2001" consegue ser melhor. É religioso: tem muita fé em Stanley Kubrick.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *