Categories: Sem categoriaSéries

THE ACT: MÃE E FILHA, UMA RELAÇÃO OBSESSIVA

Patricia Arquette e Joey King, mãe e filha, numa interpretação impecável, em The Act.

Até outro dia, apenas conhecia aqui no Brasil, dois tipos de Streaming: Netflix, já bastante conhecida por aqui, e Amazon Prime Vídeo, esta última, mais recente. Conhecida ano passado. Contudo, tem ainda a Disney+, que apesar de ter estreado em diversos países, EUA e Europa, tem previsão de estrear por aqui somente no final de 2020. Isso se por efeito da pandemia (COVID-19), não causar alguma mudança nos planos da gigante produtora. Para quem não tem muita opção, isso, sem me esquecer da Telecine / Globoplay (Globo), e até por uma questão de economia, visto que nem sempre a gente tem grana para pagar por tanto Streaming, conheci recentemente, através de uma pesquisa na internet, um novo app, da Lionsgate, empresa pequena de Hollywood, mas que traz uma das melhores séries que já assisti: The Act (O Ato). A trama narra a relação entre Gypsy e Dee Dee, mãe e filha num relacionamento tóxico, onde uma mulher super protetora impede – intencionalmente ou não – a filha de crescer e ter autonomia. Baseada em fatos reais, o caso infelizmente, terminou de modo trágico, ficando bastante conhecido nos Estados Unidos. Roteiro de Nick Antosca (Espíritos Obscuros), a primeira temporada encontra-se disponível no Starzplay. Haverá uma segunda temporada com previsão de estreia ainda neste ano (2020). Este drama com certeza irá prendê-lo do início ao fim.

#Lançamento: Disponível em pré-venda, novo romance literário deste que vos fala, “Crônicas De Um Coração Enterrado“, disponível em 31/05 (e-Kindle & impresso). Adquira com 10% OFF + Frete Grátis (Brasil) usando NIVER10 exclusivamente no Site Oficial:  Sinfonia Cultural / R M Edições .

Ray Monteiro

View Comments

  • A Lionsgate não é tão pequena assim não, Ray. Ela já produziu franquias de sucesso, como Jogos Mortais, Os Mercenários e O Albergue, além de outras histórias fechadas muito boas, como Django Livre e Maggie A Transformação. Aliás, esse é um exemplo de um bom drama produzido pela empresa e protagonizado pelo Arnold Schwarzenegger. Recomendo.

    Quanto a esse "The Act". Quem é pai, sabe como é difícil cuidar de filhos saudáveis ou "normais". É preciso dosar bem o desapego e a preocupação pra achar um meio termo e prepará-los para um mundo com pessoas, que podem ser amáveis, tanto quanto cruéis.

    Gostei da sua crítica, Ray. Só faltou falar um pouquinho sobre a condição em que se encontra a Dee Dee, pois imagino que ela precise de cuidados especiais.

Recent Posts

Dona Florinda se pronuncia sobre polêmica dos contratos de “Chaves”

Florinda Meza, a eterna Dona Florinda de Chaves, se pronunciou na noite de ontem sobre…

3 meses ago

Clint Eastwood estrela “Escape From Alcatraz”.

Em 1979, Clint Eastwood, um dos mais populares atores e produtores do cinema norte-americano, estrelou…

3 meses ago

Sons Of Anarchy: Filhos Da Anarquia

Uma das melhores séries de todos os tempos desde o dia 15/07 na Prime Vídeo.…

3 meses ago

IMPUROS: QUANDO A PUREZA NÃO É TÃO PURA QUANTO PARECE.

Rio de Janeiro, anos 90. Em Impuros, Evandro do Dendê (Raphael Logam) é um jovem…

4 meses ago

ESPECIAL FESTAS JUNINAS: ANGRA SINFONIA DA NOITE

Nessa época de quarentena, infelizmente, neste ano, 2020, diferentemente do que ocorre normalmente todos os…

4 meses ago

DISTOPIA NETFLIX: ONDE ESTÁ SEGUNDA?

Não é que esteja fazendo uma crítica retrô. Diante de tantas opções em tempos de…

4 meses ago

Este site usa cookiers.